Gabinete de Guerra

Guerra Civil Espanhola (1936)

Uma guerra civil não é guerra, é doença”, escreveu Antoine de Saint-Exupéry. “O inimigo está dentro. Luta-se quase contra si mesmo”. Mas a tragédia da Espanha em 1936 foi ainda maior. Embaralhou-se com a guerra civil internacional que começara de fato com a revolução bolchevique”. Esse excerto abre o livro “A batalha pela Espanha”, do célebre historiador militar Antony Beevor. Nenhum outro trecho poderia ter descrito de modo mais acurado a dimensão brutal e íntima da guerra, em um aparente paradoxo que torna o conflito em questão tão apaixonante para os estudiosos e acadêmicos. Assim, retratar a Guerra Civil Espanhola como um choque entre esquerda e direita trata-se de uma simplificação enganosa, reduzindo o caldeirão de incompatibilidades e suspeitas mútuas de uma sociedade que praticamente parou no tempo, carregando séculos de antagonismos, a uma mera expressão de polarização política.
Desse modo, a Mesa convida aqueles que leem o presente texto a participar daquele combate que foi considerado o “laboratório para a 2ª Guerra Mundial”, devido ao fato de que nele foram experimentadas tecnologias e estratégias de batalha que seriam decisivos nos confrontos, e que transformaram a história militar, mergulhando nesse complexo e multifacetado amálgama de distensões sociais. 
Seja como um líder anarco sindicalista, republicano, comunista, carlista, monarquista, fascista, nacionalista, socialista, soviético ou nazista, esperamos você em fevereiro para vivenciar essa Doença Espanhola conosco no MICC.

Os Diretores

MARIANA GONÇALVES

Oi meus queridos! Meu nome é Mariana mas a modelândia me conhece como Marienes. Eu me formei em 2018 no Colégio Cruzeiro Jacarepaguá e hoje curso Ciências Sociais na UFRJ. Há quatro anos simulando, foi justamente no MICC em que comecei minha trajetória, e quero passar para vocês a mesma experiência incrível que tive nas três últimas edições do MICC. Essa é a minha primeira vez participando de um gabinete (geralmente sou rata de comitê regional) e espero que vocês estejam tão ansiosos quanto eu! Podem me chamar se tiverem qualquer tipo de dúvida, ou até se quiser conversar sobre K-Pop e antropologia oriental. Beijos e até ♡

VICENTE VALLE

Bom dia, boa tarde, boa noite meus queridos generais, coronéis, políticos e líderes sociais!

Quando nasci, há 17 anos atrás, meus amados progenitores acordaram chamar-me Vicente. Durante o ano passado enfrentei o terrível Exame Nacional do Ensino Médio e enquanto escrevo esse texto ainda não me decidi em matéria de curso. Assim, pode ser que quando você estiver lendo eu esteja estudando Letras, jogando sueca no IFCS (cursando história) ou enfurnado em laboratórios de biologia no Fundão. Contudo, ao invés de me decidir sobre meu futuro, estarei preparando um refinado guia para os senhores e penteando meus longos cabelos. Meu carinho pelo tema da Guerra Civil Espanhola é enorme e cultivo grandes expectativas para esse gabinete. Vejo-os no MICC, seus lindxs!

LUCAS CITTADINO

Saudações nobres camaradas! Atendo a alcunha de Cittadino ou citta para os companheiros de partido. Sinto muita satisfação em participar do MICC nesse gabinete que vai exigir dos delegados sair de casa pra matar um touro por dia. Nos vemos em 1936, ano em que a guerra se olhou no espelho, isto é, ci vil!!!

CATARINA DIAZ

Muito prazer, futuros delegados!

Meu nome é Catarina, mas respondo a uma infinidade de apelidos: desde Cats a Cati Cati... Fiquem à vontade! Estudei na Escola Eleva e estou aplicando para estudar fora. Provavelmente, farei um double major em Ciências Políticas e Economia. Sou completamente apaixonada por simulações e por moda! Tenho muito carinho pelo MICC, e espero que vocês se divirtam no modelo tanto quanto eu! Tenho certeza que esse gabinete será incrível; não poderia estar mais ansiosa! Quaisquer dúvidas, não hesitem em entrar em contato. Bons estudos, gente!

JOÃO PEDRO COUTINHO

Saudações delegados! Me chamo João Pedro Coutinho, tenho 18 anos e atualmente estou no 3° período de Direito na UERJ. Estou muito animado com o comitê e tenho certeza que será uma experiência excelente para todos. Até lá!

BRUNO HERMES

Olá, delegados! Eu me chamo Bruno Hermes, tenho 15 anos e serei diretor no Gabinete nesse maravilhoso modelo que é o Micc. Estou cursando o Ensino Médio no próprio Cruzeiro e entrei na Modelândia em 2018, nesse mesmo modelo, também no Gabinete, mas como delegado. O que eu mais espero desse comitê que é a minha primeira viagem como diretor é que todos se divirtam tenham a melhor experiência possível.

GUILHERME LIMA

Saudações, futuros generais, revolucionários e estadistas! Meu nome é Guilherme Lima, estudo no Colégio Cruzeiro Centro, agora no 2° ano do EM, e futuramente cogito cursar economia. Desde meu primeiro MICC desenvolvi um vício por simulações e em especial gabinetes, por adorar estratégia militar. Terei o enorme prazer de ser diretor desse comitê maravilhoso e tentarei garantir a melhor experiência possível para vocês. No mais, aguardo-os no VIII MICC.

FILIPE NAVE

Oi, eu sou o Filipe Nave Abreu e sou ex aluno do colégio de São Bento. Curso direito na PUC e gosto de tomar brunch. Para mim, a melhor forma de sextar é na famigerada Lapinha.

PAULO LABOISSIERE

Coe rapaziada. Sou Paulinho, diretor mais divertido de vocês. Ex-Secretário pq eu fui estudar em Portugal, mas mudei de ideia e decidir ficar em terras tupinambás. Nesse belo Gabinete com incríveis colegas, espero que vcs tenham uma ótima experiência durante e depois do MICC. Abração e tmj

GABRIEL BEZERRA

Saudações, caros delegados. Chamo-me Gabriel, porém, na aleatoriedade dos acontecimentos da vida, passei a ser apelidado de “Kafka. Simulo desde fins de 2015 e , atualmente, estou indo para o 3º período de Economia na PUC. Aguardo ansiosamente para vê-los no gabinete.